Valores serão adiantados como forma de reaquecer a economia do país
Fernanda Capelli
Valores serão adiantados como forma de reaquecer a economia do país

O presidente Jair Bolsonaro vai assinar um decreto nesta quinta-feira (17) que antecipa o pagamento do 13° salário para aposentados e pensionistas do INSS. A medida vai beneficiar 30,5 milhões de segurados e  injetar na economia cerca de R$ 56,7 bilhões.

Tradicionalmente, o pagamento do 13° para aposentados e pensionistas do INSS é feito nos meses de agosto e novembro. No entanto, com a pandemia, o pagamento vem sendo antecipado para o primeiro semestre.

Neste ano, o pagamento será feito também em duas parcelas. A primeira acontecerá em abril e corresponde a 50% do benefício. O pagamento será feito junto com outros, entre 25 de abril e 6 de maio.

Já a segunda parcela será paga junto com os benefícios do mês de maio, entre 25 de maio e 7 de junho.

Leia Também

Quer ficar bem informado sobre tudo que acontece na economia do Brasil e do Mundo? Acompanhe o  canal do Brasil Econômico no Telegram

Quem passou a receber o benefício após janeiro, receberá um valor proporcional. Já os segurados que recebam por incapacidade temporária (auxílio-doença) tem direito a uma parcela menor de acordo com o tempo de duração do benefício.

Quem recebe benefícios assistenciais não têm direito ao 13º salário.

No mesmo evento, o governo assinou a medida provisória (MP) que autoriza o saque do FGTS até R$ 1 mil. O objetivo é beneficiar 40 milhões de trabalhadores com saldo no FGTS e despejar na economia cerca de R$ 30 bilhões.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários