Paulo Guedes
Felipe Moreno
Paulo Guedes

O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse na quarta-feira (23) que o Brasil deve ser pago por preservar o meio ambiente, rebateu as críticas contra o governo federal com relação ao assunto e afirmou que o país vai "assumir o protagonismo no mundo" no cuidado com as florestas.

"Quem mais polui o mundo são os países avançados. O problema em relação ao Brasil é a preservação das florestas, mas precisamos receber pela prestação de serviços ambientais. Estamos fazendo nosso movimento, em que seremos protagonistas", afirmou.

Para o ministro, o convite do Brasil para ingressar na Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) é um atestado de que a questão ambiental está sendo compreendida pelo mundo.

"Daqui para frente nós temos dois pilares: tributar os poluidores, mas o Brasil é um pequeno poluidor; e por outro lado pagar os serviços ambientais de quem preserva. Vamos prestigiar muito a questão verde. Vamos assumir o protagonismo no mundo, porque o Brasil é a maior potência verde no mundo", disse o ministro, em evento do  mercado financeiro, ao lado do presidente Jair Bolsonaro.

Leia Também

Entre no canal do Brasil Econômico no Telegram e fique por dentro de todas as notícias do dia 

No comunicado em que convidou o Brasil a dar início ao processo formal de ingresso na organização, a OCDE deixou claro que será rigorosa nas negociações em vários aspectos, incluindo a preservação da biodiversidade e a redução do desmatamento.

A questão ambiental sempre foi motivo de preocupação da comunidade internacional, ambientalistas e do próprio empresariado brasileiro, que tem grande interesse no ingresso do Brasil na OCDE.

As queimadas na floresta amazônica que abalaram o mundo em 2019 e a falta de resultados expressivos na redução do desmatamento na atualidade podem atrapalhar esse projeto, assim como são criticados em todo o mundo. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários