Petrobras
Felipe Moreno
Petrobras

Com a escalada da cotação do petróleo no mercado internacional, a Associação Brasileira dos Importadores de Combustíveis (Abicom) avalia que a Petrobras já tem defasagem de 9% na gasolina em relação ao mercado internacional.

Isso significaria a necessidade de um reajuste de R$ 0,29, em média, por litro na refinaria. O barril do petróleo tipo Brent, referência no mercado internacional está cotado acima de US$ 88.

Para os especialistas, nem mesmo a iniciativa dos governadores, que decidiram congelar por mais dois meses o valor de referência do ICMS , será capaz de impedir novo aumento do valor cobrado nas bombas.

O governo também indicou planos de aprovar uma PEC dos Combustíveis que permitiria zerar em caráter temporário os impostos federais, e o presidente Jair Bolsonaro disse que os estados poderiam optar por aderir ou não a esse movimento.

Mas também há dúvidas de que a iniciativa impeça novo reajuste nos preços.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários