Confira calendário de pagamentos do PIS/Pasep proposto pelo governo
Fernanda Capelli
Confira calendário de pagamentos do PIS/Pasep proposto pelo governo

O governo propôs ao Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador (Codefat​) o calendário de pagamentos do abono salarial PIS/Pasep, referente ao ano-base 2020. Os depósitos, que deveriam ter começado no segundo semestre de 2021, foram adiados para este ano, após mudanças no cronograma. 

Nos últimos anos, os pagamentos começavam no segundo semestre de um ano e terminavam no primeiro semestre do ano subsequente, de acordo com o mês de nascimento do trabalhador, no caso do PIS, ou o dígito final da inscrição do servidor público, no caso do Pasep. Agora, os pagamentos vão acontecer sempre no primeiro semestre do exercício fiscal seguinte.

Assim, o PIS, que é destinado aos trabalhadores do setor privado, começará a ser pago no dia 8 de fevereiro. Já o Pasep, que é concedido a servidores públicos, será liberado a partir do dia 15 do mesmo mês. O calendário, porém, ainda depende de aprovação do Codefat. A votação está prevista para acontecer nesta sexta-feira (7).

Calendário do abono PIS, pago pela Caixa a trabalhadores do setor privado

NASCIDOS EM RECEBEM A PARTIR DE RECEBEM ATÉ
Janeiro 8 de fevereiro 29 de dezembro
Fevereiro 10 de fevereiro 29 de dezembro
Março 15 de fevereiro 29 de dezembro
Abril 17 de fevereiro 29 de dezembro
Maio 22 de fevereiro 29 de dezembro
Junho 24 de fevereiro 29 de dezembro
Julho 15 de março 29 de dezembro
Agosto 17 de março 29 de dezembro
Setembro 22 de março 29 de dezembro
Outubro 24 de março 29 de dezembro
Novembro 29 de março 29 de dezembro
Dezembro 31 de março 29 de dezembro

Calendário do abono Pasep, pago pelo Banco do Brasil a servidores públicos

FINAL DA INSCRIÇÃO
RECEBEM A PARTIR DE RECEBEM ATÉ
0 - 1 15 de fevereiro 29 de dezembro
2 - 3 17 de fevereiro 29 de dezembro
4 22 de fevereiro 29 de dezembro
5 24 de fevereiro 29 de dezembro
6 15 de março 29 de dezembro
7 17 de março 29 de dezembro
8 22 de março 29 de dezembro
9 24 de março 29 de dezembro

Já o pagamento do ano-base 2021 será realizado apenas em 2023, de acordo com o Ministério do Trabalho e Previdência.

Leia Também

Quem tem direito ao PIS/Pasep?

Tem direito ao abono salarial o trabalhador inscrito no programa há pelo menos cinco anos, que recebeu em média até dois salários mínimos por mês com carteira assinada e que exerceu atividade remunerada durante, pelo menos, 30 dias, no ano-base de pagamento. Também é necessário estar com os dados atualizados na Relação Anual de Informações Sociais (Rais).

Como já mencionado, o PIS é pago pela Caixa aos trabalhadores do setor privado, e o Pasep, pelo Banco do Brasil aos servidores públicos.

De quanto será o valor do abono?

O valor do abono salarial varia e pode chegar a até um salário mínimo (R$ 1.212 em 2022) para quem trabalhou 12 meses completos. Veja a tabela:

MESES TRABALHADOS VALOR RECEBIDO
1 R$ 101
2 R$ 202
3 R$ 303
4 R$ 404
5 R$ 505
6 R$ 606
7 R$ 707
8 R$ 808
9 R$ 909
10 R$ 1.010
11 R$ 1.111
12 R$ 1.212

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários