Congresso Nacional adiou análise de PL que libera R$ 300 milhões para o vale-gás
Agência Brasil
Congresso Nacional adiou análise de PL que libera R$ 300 milhões para o vale-gás

A sessão do Congresso Nacional desta segunda-feira foi adiada após obstrução de partidos da base do governo na Câmara. Os congressistas pretendiam analisar projeto que libera R$ 300 milhões para bancar o vale-gás, auxílio aprovado no mês passado.  

Diante da falta de acordo, o presidente da sessão, deputado Marcelo Ramos (PL-AM), anunciou que o assunto só será analisado na próxima sexta-feira. No mesmo dia, deputados e senadores também devem analisar vetos importantes do governo Jair Bolsonaro.

Em plenário, Ramos avisou que o líder do Republicanos, Hugo Motta (PB), do mesmo partido do ministro da Cidadania, João Roma, apresentou requerimento de obstrução. A pasta será o órgão responsável pelo pagamento do benefício.

"Há aqui uma solicitação de todos os líderes de partidos da base para que a sessão não ocorra hoje. Os requerimentos de obstrução, por coincidência, são do partido do ministro ao qual está vinculado o vale-gás. Então, é uma sessão que está inviabilizada por causa disso", disse Marcelo Ramos. 

Leia Também

Deputados e senadores ainda negociam a possibilidade de derrubada de vetos de Bolsonaro. Durante a semana, líderes vão tentar chegar a um acordo sobre o assunto.

Há pontos sensíveis ao governo, como o veto a trechos do projeto que revogou a Lei de Segurança Nacional (LSN), além da rejeição à projeção de R$ 5,7 bilhões para o Fundo Eleitoral de 2022.

Também deve ser analisada a decisão de Bolsonaro que barrou a distribuição de absorventes gratuitos a estudantes de baixa renda, além dos vetos à Medida Provisória (MP) da privatização da Eletrobras.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários