Guedes diz que V nunca foi V
O Antagonista
Guedes diz que V nunca foi V

O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse neste domingo (12), no programa Canal Livre, da Band, que nunca prometeu "crescimento em v" , e sim "uma recuperação em v". Ele também defendeu um novo ciclo de elevação nos juros, que devem retardar o crescimento, e voltou a falar em venda de estatais.

“Eu nunca disse que o Brasil ia continuar em V. Colocamos o Brasil de pé, isso é V (…). Não quero ficar como um vendedor de ilusões, não estou dizendo que vai ser fácil, mas apenas colocando um outro lado para esse derrotismo, essa percepção de que está tudo errado no Brasil. Estamos no meio da guerra, houve um empobrecimento geral, mas estamos enfrentando”.

O PIB brasileiro caiu 0,1% no 3º trimestre e o país entrou em recessão técnica, segundo dados divulgados pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). 

O ministro disse que os bancos centrais estão "dormindo no ponto" para controlar a inflação e cobrou nova elevação dos juros pelo mundo. Aqui, ele disse que essa atribuição é do presidente do BC, Roberto Campos Neto, que "terá muito trabalho pela frente".

Leia Também

Guedes também reforçou sua vontade de vender estatais e fazer concessões. Disse que o Brasil terminará o governo "possivelmente sem um aeroporto público."

"A Petrobras deve ser privatizada. Ela foi durante décadas um monopólio verticalizado. Eu quero ver uma economia de mercado forte. Quero ver competição na distribuição, na extração e geração de petróleo".

O ministro da Economia defendeu a flexibilização do teto de gastos e afirmou ainda que apesar de não fazer previsões para o ano que vem, acredita na resiliência da economia brasileira.

"Não quero ficar como um vendedor de ilusões, não estou dizendo que vai ser fácil, mas apenas colocando um outro lado para esse derrotismo, essa percepção de que está tudo errado no Brasil. Estamos no meio da guerra, houve um empobrecimento geral, mas estamos enfrentando."

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários