Auxílio pode ser sacado nesta terça-feira
Marcello Casal Jr/Agência Brasil
Auxílio pode ser sacado nesta terça-feira

A Caixa Econômica Federal libera nesta terça-feira (19) os últimos saques da sexta parcela do auxílio emergencial. Trabalhadores informais e inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) nascidos em novembro e dezembro podem sacar.

O dinheiro foi depositado nas contas poupança digitais da Caixa Econômica Federal no último dia 2, para os aniversariantes de novembro, e 3, para os nascidos em dezembro.

Os recursos também poderão ser transferidos para uma conta corrente, sem custos para o usuário. Até agora, o dinheiro apenas podia ser movimentado por meio do aplicativo Caixa Tem, que permite o pagamento de contas domésticas (água, luz, telefone e gás), de boletos, compras em lojas virtuais ou compras com o código QR (versão avançada do código de barras) em maquininhas de estabelecimentos parceiros.

Com o saque de hoje, está concluída a fase de retirada da sexta parcela do auxílio emergencial. Amanhã (20), a Caixa começa a pagar a sétima parcela para os trabalhadores informais e inscritos no CadÚnico nascidos em janeiro. Veja o calendário:

Depósito da sétima parcela do auxílio emergencial

  • 20/10 - Nascidos em Janeiro
  • 21/10 - Nascidos em Fevereiro
  • 22/10 - Nascidos em Março
  • 23/10 - Nascidos em Abril e maio
  • 26/10 - Nascidos em Junho
  • 27/10 - Nascidos em Julho
  • 28/10 - Nascidos em Agosto
  • 29/10 - Nascidos em Setembro
  • 30/10 - Nascidos em Outubro e Novembro
  • 01/11 - Nascidos em Dezembro

Saque da sétima parcela do auxílio emergencial

  • 01/11 - Nascidos em Janeiro
  • 03/11 - Nascidos em Fevereiro
  • 04/11 - Nascidos em Março
  • 05/11 - Nascidos em Abril
  • 09/11 - Nascidos em Maio
  • 10/11 - Nascidos em Junho
  • 11/11 - Nascidos em Julho
  • 12/11 - Nascidos em Agosto
  • 16/11 - Nascidos em Setembro
  • 17/11 - Nascidos em Outubro
  • 18/11 - Nascidos em Novembro
  • 19/11 - Nascidos em Dezembro

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários