Flávio Bolsonaro fez churrasco em sua mansão neste domingo
Reprodução/Churrasqueiroche/Instagram
Flávio Bolsonaro fez churrasco em sua mansão neste domingo

Neste domingo (10) o senador Flávio Bolsonaro convidou para sua mansão Joás do Prado Pereira, conhecido como "churrasqueiro das celebridades". Segundo reportagem da Crusoé, ele possui trâmite fácil com a família, como ele faz questão de mostrar nas redes sociais. 

“O clã presidencial tem passado os fins de semana degustando churrascos especiais preparados por Joás do Prado Pereira (foto), conhecido no mundo sertanejo como ‘churrasqueiro das celebridades’", diz a revista. 

Em entrevista recente, Joás Pereira disse que se aproximou da família após ter contato com a primeira-dama, Michelle Bolsonaro, para fazer um evento no Palácio da Alvorada em maio deste ano. Na festa, para cerca de dez pessoas, a família Bolsonaro saboreou, por exemplo, uma peça de picanha  wagyu de um frigorífico de Goiás cujo quilo custa nada menos que 1.799 reais.”

"Inflação do churrasco"

A carne é um dos principais vilões da alta de preços e, nos últimos 12 meses, a “inflação do churrasco” subiu mais de 17%, segundo cálculo feito pela Fundação Getulio Vargas.  Mais até que a média dos alimentos e bebidas, que está em 13,36%.

Picanha, linguiça e alcatra subiram mais de 20%. E a conta não inclui ainda o que já está sendo chamado de golpe de misericórdia na alegria do brasileiro: desde ontem a cerveja está em média 10% mais cara no país.

Nos últimos meses, a disparada da inflação corroeu a renda já combalida dos brasileiros e ajudou a empurrar milhões de brasileiros para a miséria e a fome.

Na classe média, o jeito foi mudar os hábitos e adequar o cardápio. O estudante de Economia João Pereira, de 22 anos, conta que, pelo aumento no preço, por vezes é preciso encontrar alternativas. Se antes uma compra de churrasco era de 2kg de carne para cada 1kg de linguiça, por exemplo, agora tem que ser 1,5kg para cada. A linguiça, além de ser mais barata, subiu menos que a carne de boi. O quilo da picanha aumentou 28,99% e o da linguiça, 21,38%.

Leia Também







    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários