Meu INSS
Redação 1Bilhão Educação Financeira
Meu INSS

Seis em cada dez benefícios revisados pelo pente-fino do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) foram cortados. Dos 50.191 auxílios analisados, foram encerrados 29.639, ou seja, 59% do total. 

Na segunda-feira (27) o governo federal publicou uma portaria divulgando os nomes dos mais de 95 mil segurados que ainda precisam agendar e realizar a perícia médica. Veja a lista

No estado se São Paulo, por exemplo, 10.735 titulares de auxílios-doença ainda não fizeram a revisão do benefício. No Rio Grande do Sul são 11.816 convocados, na Bahia 6.880 e Rio de Janeiro (6.528).

Em todo país foram enviadas 170 mil cartas para pessoas que recebem auxílio-doença e não realizaram perícia médica nos últimos seis meses.

Leia Também

Se o segurado tiver o benefício negado após a perícia, é possível recorrer ao Conselho de Recursos da Previdência Social, questionando a decisão. O prazo para fazer o pedido é de 30 dias e pode ser solicitado pelo aplicativo Meu INSS ou pelo telefone 135.

Além disso, é possível recorrer à Justiça no Juizado Especial Federal com limite no valor dos atrasados é de até 60 salários mínimos (R$ 66 mil, neste ano).

Veja como agendar a perícia médica.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários