Presidente pretende aumentar popularidade ao lançar medidas econômicas
Edu Andrade/ME
Presidente pretende aumentar popularidade ao lançar medidas econômicas

O presidente Jair Bolsonaro se reuniu com ministros do seu governo na noite desta quinta-feira (16) para cobrar uma solução para viabilizar o auxílio Brasil, programa que rebatiza o Bolsa Família. Também ontem, ele anunciou  aumento do IOF (Imposto sobre Operações Financeiras) até dezembro a fim de aumentar a receita que será usada de início ao programa. 

Estavam presentes na reunião os ministros Paulo Guedes (Economia); João Roma (Cidadania); Ciro Nogueira (Casa Civil) e Flávia Arruda (Secretaria de Governo), segundo informação da jornalista Carla Araújo. 

Além do Auxílio Brasil, foram temas a PEC (Proposta de Emenda à Constituição) dos precatórios e a "maior operação de crédito da história do Brasil"que deve ser lançada pela Caixa para, junto com o novo Bolsa Família, catapultar o presidente nas pesquisas eleitorais. 

Guedes e os demais ministros teriam acalmado o presidente dizendo que quanto aos precatórios o governo deve conseguir uma saída "com credibilidade jurídica e previsibilidade econômica".

Na noite de quinta, a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados aprovou por 32 votos a favor e 26 contrários , a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que parcela o pagamento de precatórios da União. Agora, o texto segue para uma comissão especial, onde o mérito será debatido.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários