Bittar foi relator do Orçamento de 2021 e já se mostrou favorável a privatização dos Correios
Reprodução/Globonews
Bittar foi relator do Orçamento de 2021 e já se mostrou favorável a privatização dos Correios

O senador Márcio Bittar (MDB-AC) foi escolhido pela Comissão de Assuntos Econômicos do Senado como relator da medida provisória que estabelece a privatização dos Correios. A escolha foi confirmada nesta terça-feira (14) pelo presidente da comissão, Otto Alencar (PSD-BA). 

Indicado para relatoria pelo próprio MDB, Bittar informou que pretende entregar o plano de tramitação da proposta até a próxima terça-feira (21). Segundo o senador, a matéria será discutida em duas sessões que deverão abordar aspectos positivos e negativos da privatização da estatal. 

"O juízo de valor sobre mérito não é agora, cada um vai ter oportunidade. Vou me dedicar à matéria. Foi um pedido também do líder Fernando Bezerra (MDB-PE) para que assumisse a relatoria. Vou me debruçar sobre a matéria, e trazer a maior quantidade de luz possível para ajudar os colegas que ainda possam ter alguma dúvida", disse. 

Márcio Bittar é um dos apoiadores do presidente Jair Bolsonaro e foi relator do polêmico Orçamento de 2021. A expectativa é que o senador relate favoravelmente à venda da empresa de telégrafos. 

Entretanto, ainda há um debate sobre a privatização apenas da área de entregas dos Correios e a criação de uma estatal para a distribuição de cartas e telégrafos. O Palácio do Planalto já se posicionou contra a proposta, mas abriu possibilidade de negociação. 

Partidos de oposição se posicionam contra a proposta e afirmam que a venda dos Correios é inconstitucional. Caso seja aprovada pelo Congresso, parlamentares prometem entrar com recurso no Supremo Tribunal Federal (STF) para barrar a proposta. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários