Apoiadores do presidente pararam rodovias em 16 estados
Reprodução: iG Minas Gerais
Apoiadores do presidente pararam rodovias em 16 estados

Após caminhoneiros paralisarem rodovias em 16 estados em apoio ao presidente Jair Bolsonaro, ele precisou gravar um áudio solicitando a dispersão da manifestação nesta quarta-feira (8).

“Fala para os caminhoneiros aí, são nossos aliados, mas esses bloqueios aí atrapalham a nossa economia, isso provoca desabastecimento, inflação. Prejudica todo mundo, especialmente os mais pobres. Então dá um toque aí nos caras, se for possível, para liberar, tá ok, para a gente seguir a normalidade”, disse o presidente.

Além dele, o ministro da Infraestrutura Tarcísio de Freitas reforçou o pedidos. 

“O áudio é real, é de hoje, e mostra a preocupação do presidente com a paralisação. Essa paralisação ia agravar efeitos na economia de inflação que ia impactar os mais pobres, os mais vulneráveis”, disse Tarcísio.

Você viu?

“A gente sabe que há uma preocupação de tentar resolver problemas graves no país, mas a gente não pode tentar resolver um problema criando outro. Eu peço a todos que ouçam atentamente a palavra do presidente”, acrescentou.

Até às 22h30 as rodovias ainda estavam paradas em pelo menos 16 estados, segundo a agência Reuters. Em 13 desses, havia abordagem a outros caminhões para que aderissem ao movimento.

Além da destituição dos onze ministros do Supremo Tribunal Federal e pedidos de instalação do voto impresso, caminhoneiros pediam também a redução do preço do combustível.

Quanto ao preço do diesel, Bolsonaro acrescentou:

“Deixa com a gente aqui em Brasília agora. Não é fácil negociar, conversar por aqui com outras autoridades, mas a gente vai fazer a nossa parte, vamos buscar uma solução para isso, tá ok? E aproveita aí e da um abraço em meu nome em todos os caminheiros, tá ok?”, disse o presidente.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários