Funcionários da Caixa comemoraram reprova da MP 1.045 e aprovação de assistência à saúde em estatais
Sophia Bernardes
Funcionários da Caixa comemoraram reprova da MP 1.045 e aprovação de assistência à saúde em estatais

A Federação Nacional das Associações do Pessoal da Caixa Econômica Federal (Fenae) comemorou a derrubada da 'minirreforma' trabalhista no Senado e a aprovação do projeto de lei que permite assistência à saúde em estatais. Em evento na Conferência Nacional dos Bancários, a entidade ressaltou a necessidade de melhorias no setor financeiro do país. 

“Nosso país passa por uma das piores fases da história. Estamos vendo a retirada de direitos dos trabalhadores, desemprego, fome e a venda de empresas públicas, como a Caixa”, destaca Sérgio Takemoto, presidente da Fenae.

“Nós, bancários, tivemos vitórias importantes; mas, sabemos que a mobilização da categoria e de todos os trabalhadores deve continuar. Somente com unidade vamos conseguir superar este momento tão difícil”, acrescentou.

A Conferência Nacional dos Bancários é liderada pela Central Única dos Trabalhadores (CUT) e tem objetivo de apresentar novas demandas dos trabalhadores. O evento contará com a participação do ex-presidente Lula e de outras lideranças da esquerda, como a presidente do PT, Gleisi Hoffman, e de Guilherme Boulos. 

“Nossa categoria, assim como toda a classe trabalhadora, está sob intenso ataque de um governo que não tem qualquer compromisso com o povo”, afirma a presidenta da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf), Juvandia Moreira, que coordena o Comando Nacional dos Bancários, responsável pela conferência.

“A situação é drástica e leva, ano após ano, milhares de bancários ao desemprego. Neste momento de pandemia e com todos os preços nas alturas, isso é ainda mais grave, chega a ser cruel. A categoria está atenta a tudo isso que está acontecendo no país e mobilizada para lutar por seus direitos e pela democracia”, reforça Moreira.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários