Ele disse que a última bandeira da crise hídrica
Marcello Casal Jr/Agência Brasil
Ele disse que a última bandeira da crise hídrica "realmente impacta bastante" a inflação, o que pode indicar um novo movimento de alta nos juros.

O presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, afirmou nesta sexta-feira (3) no evento Estadão Finanças Mais que acompanha "no detalhe" a crise hídrica. Ele vê o problema afetando mais a inflação do que trazendo possibilidade de racionamento. 

Ele pontuou também que o prolongamento da estiagem já afeta as estimativas do IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo) para 2022. A incorporação dos efeitos na eletricidade provoca o espalhamento da inflação nos produtos e serviços.

Ele disse que a última bandeira da crise hídrica "realmente impacta bastante" a inflação, o que pode indicar um novo movimento de alta nos juros.



    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários