Quinta parcela do auxílio emergencial acaba nesta terça-feira, 31 de agosto
Agência Brasil
Quinta parcela do auxílio emergencial acaba nesta terça-feira, 31 de agosto

A Caixa Econômica Federal termina nesta semana os pagamentos da quinta parcela do auxílio emergencial , benefício pago pelo governo federal por causa da pandemia de Covid-19 desde abril de 2020.

Neste domingo (29), recebem a quinta parcela do auxílio os nascidos em novembro. Na terça (31), o pagamento oficialmente acaba com os aniversariantes de dezembro recebendo o pagamento.

Vale lembrar que os pagamentos são separados em duas datas: de depósitos e de saques. Nesta terça, acabam os depósitos da atual parcela; os saques já começam na quarta, 1º de setembro.

Confira os calendários da quinta parcela do auxílio

Depósitos:

  • 20/08 - Nascidos em janeiro;
  • 21/08 - Fevereiro e março;
  • 22/08 - Abril;
  • 24/08 - Maio;
  • 25/08 - Junho;
  • 26/08 - Julho;
  • 27/08 - Agosto;
  • 28/08 - Setembro e outubro;
  • 29/08 - Novembro; e
  • 31/08 - Dezembro.

Saques:

  • 01/09 - Nascidos em janeiro;
  • 02/09 - Fevereiro;
  • 03/09 - Março;
  • 06/09 - Abril;
  • 09/09 - Maio;
  • 10/09 - Junho;
  • 13/09 - Julho;
  • 14/09 - Agosto;
  • 15/09 - Setembro;
  • 16/09 - Outubro;
  • 17/09 - Novembro; e
  • 20/09 - Dezembro.

Após o fim da quinta parcela, com o último saque em 20 de setembro, começam os depósitos do novo pagamento, a sexta parcela, em 21 de setembro.

Confira os calendários da sexta parcela do auxílio

Depósitos:

Você viu?

  • 21/09 - Nascidos em janeiro;
  • 22/09 - Fevereiro;
  • 23/09 - Março;
  • 24/09 - Abril;
  • 25/09 - Maio;
  • 26/09 - Junho;
  • 28/09 - Julho;
  • 29/09 - Agosto;
  • 30/09 - Setembro;
  • 01/10 - Outubro;
  • 02/10 - Novembro; e
  • 04/10 - Dezembro.

Saques:

  • 04/10 - Nascidos em janeiro;
  • 05/10 - Fevereiro e março;
  • 06/10 - Abril;
  • 08/10 - Maio;
  • 11/10 - Junho;
  • 13/10 - Julho;
  • 14/10 - Agosto;
  • 15/10 - Setembro;
  • 18/10 - Outubro; e
  • 19/10 - Novembro e dezembro.

O governo confirmou em 12 de agosto que o auxílio emergencial 2021 terá 7 parcelas. Em novembro deverá começar a ser pago o Auxílio Brasil , substituto do Bolsa Família. O novo programa social do governo ainda não tem todos os detalhes definidos, mas será a continuação do atual auxílio emergencial e ao mesmo tempo uma remodelação do programa social criado pelo governo Lula.

Antes do início do 'Novo Bolsa Família', ainda restará a última parcela do auxílio emergencial, a sétima. Confira o calendário completo a seguir.

Depósitos:

  • 20/10 - Nascidos em janeiro;
  • 21/10 - Fevereiro;
  • 22/10 - Março;
  • 23/10 - Abril e maio;
  • 26/10 - Junho;
  • 27/10 - Julho;
  • 28/10 - Agosto;
  • 29/10 - Setembro;
  • 30/10 - Outubro e novembro; e
  • 01/11 - Dezembro.

Saques:

  • 01/11 - Nascidos em janeiro;
  • 03/11 - Fevereiro;
  • 04/11 - Março;
  • 05/11 - Abril;
  • 09/11 - Maio;
  • 10/11 - Junho;
  • 11/11 - Julho;
  • 12/11 - Agosto;
  • 16/11 - Setembro;
  • 17/11 - Outubro;
  • 18/11 - Novembro; e
  • 19/11 - Dezembro.

Nesta semana, o ministro da Economia, Paulo Guedes, polemizou ao dizer que o auxílio emergencial fez famílias pobres "se sentirem ricas" . "Você sai de R$ 60 para R$ 600. Uma família sai de R$ 180 para R$ 1.800. Isso não é mais uma transferência de renda, isso é uma transferência de riqueza", afirmou durante evento de instalação da Frente Parlamentar do Empreendedorismo.

Segundo dados do Programa Mundial de Alimentos da ONU, no entanto, o Brasil chegou a 84,9 milhões de pessoas, cerca de 41% da população, convivendo com a fome ou a insegurança alimentar .

O IBGE mostra ainda que, no trimestre encerrado em maio, faltava emprego a 32,9 milhões de brasileiros; a taxa de desemprego chegou a 14,6% , com 14,8 milhões em busca de uma vaga no período.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários