Brasil Econômico

Sérgio Reis foi alvo da PF na manhã de hoje (20)
Globo
Sérgio Reis foi alvo da PF na manhã de hoje (20)

O cantor Sérgio Reis foi alvo de operação da Polícia Federal  (PF) por convocar manifestações contra o Supremo Tribunal Federal (STF) divulgados em áudio nas redes sociais. Na mensagem, ele afirmava ter apoio de "grandes produtores de soja" do Brasil para "invadir e quebrar" o STF caso o Senado não afastasse os magistrados da Corte em 30 dias.

Segundo a colunista da Folha de São Paulo, Mônica Bérgamo, Sergio Reis almoçou com Bolsonaro e com o presidente da Aprosoja (Associação Brasileira dos Produtores de Soja), Antonio Galvan, na semana em que convocou o movimento do 7 de setembro em Brasília. 

Após a reunião, disse que o grupo financiaria o movimento de 7 de setembro contra a Corte. A Aprosoja, que não havia se manifestado até então, soltou uma nota dizendo-se a favor da democracia. 

Você viu?

Na manhã de hoje, Galvan foi alvo de busca e apreensão pela Polícia Federal, no âmbito da operação que tinha como alvo o cantor e o deputado Otoni de Paula.

No comunicado, a Aprosoja afirma que “sempre defendeu de forma peremptória o Estado Democrático de Direito e o equilíbrio entre os Poderes da República e continuará a ter a mesma postura republicana”.

Antes disso, apenas o presidente da instituição confirmou que o cantou "se passou um pouco" nas falas, e poderia até ter falado sob efeito " de algumas pingas ".


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários