Por 39 votos a 12, vereadores aprovaram projeto que cria vagas na Prefeitura; proposta ainda passará por segunda votação
Renato S.Cerqueira/Futura Press - 30.6.15
Por 39 votos a 12, vereadores aprovaram projeto que cria vagas na Prefeitura; proposta ainda passará por segunda votação

A Câmara Municipal de São Paulo aprovou nesta quarta-feira (18), em primeiro turno, o projeto de lei que cria os programas de Residência Jurídica e de Residência em Gestão Pública na Prefeitura. A proposta ainda será votada em segundo turno antes de ir à sanção do prefeito Ricardo Nunes (MDB).

O projeto foi um pedido da prefeitura e prevê a criação de 350 vagas de trabalho para o programa de Residência em Gestão Pública e Jurídica para profissionais recém-formados. Os selecionados receberão bolsa-auxílio de R$ 3.300.

Segundo Nunes, o objetivo do programa é estimular a formação, qualificação e atuação profissional voltadas à administração pública. Além disso, o projeto pretende aprimorar o conhecimento adquirido pelos profissionais durante a graduação.

O presidente da Câmara, Milton Leite (DEM), pretende colocar o texto em votação pelo segundo turno até o fim da próxima semana. Uma audiência pública para debater o tema também está marcada para próxima quarta-feira (25) às 13h.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários