Ministro da Cidadania é o responsável pelo programa social
MARCELO CAMARGO/AGÊNCIA BRASIL
Ministro da Cidadania é o responsável pelo programa social

O ministro da Cidadania, João Roma, disse que o programa Bolsa Família não será o único responsável pela reeleição de Bolsonaro, mas é visto como a principal aposta do governo na jornada até 2022. 

Em entrevista à revista Veja disse que o programa, comandado pela sua pasta, é vital para a economia nacional. 

"O programa social é importante, mas não é apenas isso que vai reeleger o presidente. É importante reaquecer a economia. Área social e área econômica são duas faces da mesma moeda. Repare que não há reação de mercado, bolsa, dólar, quando o assunto é auxílio emergencial, porque esses valores retroalimentam a economia", disse.

A proposta em discussão no Ministério da Economia é de aumentar o valor médio pago pelo programa Bolsa Família, de R$ 192 para R$ 400. Sem dúvida o resultado de uma medida como essa seria um impacto positivo na avaliação do presidente Jair Bolsonaro. 

Roma diz que esse reajuste precisa de critérios bem definidos.

"A reformulação dos programas sociais concentrando todos eles em apenas um não começa pelo valor, apesar de no meio político e no meio governamental todo mundo só querer saber disso", disse.

"Onde eu chego, a única pergunta é: "De quanto vai ser o benefício?". Uma vez brinquei: estou transformando um Fusca num bugue. Quanto vou colocar de gasolina no tanque desse bugue? Quando chegar no Posto Ipiranga, vou saber.", completou.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários