Lojas Americanas
Sophia Bernardes
Lojas Americanas

SÃO PAULO - As varejistas Americanas e Marisa iniciaram conversas para um possível negócio. Não há documentos assinados, mas as duas empresas confirmaram em comunicado ao mercado na manhã desta sexta-feira que seus assessores mantiveram "contato preliminar".

Em comunicado aos acionistas na noite de ontem (5), disseram ter identificado "vazamento de informação" sobre um possível operação com Marisa (AMAR3).

De acordo com as Americanas houve "contato preliminar com os assessores da Marisa", mas "não há qualquer tipo de formalização de interesse por parte das Americanas". A Marisa já buscou outros compradores no passado, sem sucesso.

O grupo disse ainda que "sempre monitora, no curso normal de seus negócios, inclusive por meio de seus assessores financeiros, potenciais oportunidades no mercado, e que o contato ocorreu nesse contexto".

A Marisa, por sua vez, disse que está buscando alternativas para otimizar "sua estrutura de capital, incluindo sua unidade de negócios Mbank, braço de serviços financeiros da companhia. A empresa, que foca no segmento feminino, contratou a consultoria Lazard com esse objetivo

Você viu?

Ressaltou, no entanto, que "não possui neste momento qualquer acordo concreto para a realização de uma operação, seja com as Americanas S.A., seja com outro participante de mercado".

De acordo com o jornal Valor Econômico, as Americanas comprariam a rede de vestuário da família Goldfarb por troca de ações e uma parte relevante em caixa.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários