Aécio Neves, relator da PEC
Reprodução: iG Minas Gerais
Aécio Neves, relator da PEC

As " emendas cheque em branco " como são conhecidas, foram responsáveis por repasses de R$ 27,6 milhões para prefeituras de familiares de congressistas. Como revelou o Estadão, esses recursos podem ser transferidos sem critérios técnicos e sem fiscalização de órgão de controle. 

Aécio Neves relator da PEC que criou o modelo de repasse, transferiu R$ 300 mil para Cláudio (MG), onde o Ministério Público investigou a construção de um aeroporto em um terreno da família do deputado

Outro exemplo é o deputado Fernando Coelho Filho (DEM-PE), filho do líder do governo no Senado, Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE), transferiu R$ 500 mil para Petrolina (PE), onde o irmão Miguel Coelho é prefeito. 

O maior repasse, feito por Valdir Rossoni (PSDB-PR),  destinou R$ 8,1 milhões ao município de Bituruna (PR), onde seu filho, Rodrigo Rossoni, é prefeito. A modalidade também foi usada pela deputada Clarissa Garotinho (PL-RJ), que enviou R$ 4,5 milhões para Campos de Goytacazes, que tem como prefeito seu irmão, Wladimir Garotinho.

Os deputados dizem que o formato permite mais "rapidez" no repasse dos recursos. Até o momento, as prefeituras não indicaram quais obras serão realizadas com as verbas. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários