Ministério da Economia deve incorporar duas secretarias à pasta da Fazenda
Geraldo Magela/Agência Senado
Ministério da Economia deve incorporar duas secretarias à pasta da Fazenda

O Ministério da Economia estuda a publicação de um decreto para integrar as secretarias do Orçamento, Tesouro e Fazenda, para melhorar a comunicação entre as pastas. A informação foi divulgada inicialmente pela CNN Brasil e confirmada por assessores de Paulo Guedes ao iG. 

A equipe técnica justificou a necessidade de acelerar conversas entre governo, ministério e parlamento. No entanto, assessores de Guedes acreditam que a medida serve como manobra para não perder o controle dos gastos da União. 

Paulo Guedes perdeu a secretaria de Trabalho e Previdência para abrigar membros do Centrão no Palácio do Planalto. Onyx Lorenzoni deverá ocupar a chefia do novo Ministério do Emprego. 

Entretanto, há quem acredite que a pressão do Congresso Nacional para participar das ações do governo federal em troca de apoio político no parlamento. Um dos pedidos de congressistas é a pasta do Planejamento, responsável pela distribuição de verbas do Orçamento. 

O decreto já está quase pronto e deve passar pelo aval de Paulo Guedes, que deve assinar o pedido de integração. A determinação é vista, também, como condição de Guedes em se manter no governo Bolsonaro, já que o ministro ameaçou desembarcar do Planalto caso perdesse sua carta-branca na pasta. 

Embora tenha a integração dos trabalhos, as secretarias continuarão comandadas por integrantes distintos. Enquanto a secretaria do Orçamento será comandada por Ariosto Culau, a do Tesouro Nacional continuará sob o poder de Jeferson Bittercourt. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários