Tarcisio Gomes de Freitasm, ministro da Infraestrutura
Wilson Dias/Agência Brasil - 27.11.18
Tarcisio Gomes de Freitasm, ministro da Infraestrutura

Em nota divulgada na manhã desta segunda-feira (26) o Ministério da Infraestrutura informou que todas as rodovias  concedidas ou sob administração do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes estão liberadas. O indício de greve dos caminhoneiros , prevista para começas hoje, foi disperso pela PRF (Polícia Rodoviária Federal).

"Polícia Rodoviária Federal registrou ocorrências às margens de BRs e tentativas de retenção em 6 estados. Todas foram debeladas com a chegada de efetivos da PRF ou de autoridades locais. O volume de ocorrências é 3 vezes menor do que o registrado no mesmo período do dia 01/02/21, data da última tentativa de mobilização", informou o Ministério. 

A greve foi convocada ainda no mês passado por líderes que promoveram a paralisação da categoria em 2018. Os caminhoneiros se opõem ao aumento no preço dos combustíveis e reclamam da falta de atenção do governo federal em programas.

À Folha de São Paulo o presidente do CNTRC (Conselho Nacional do Transporte Rodoviário de Cargas), Plínio Dias, disse que caminhoneiros realizaram atos em pelo menos 15 estados, incluindo Paraná, Rio Grande do Sul e Ceará, ao longo do dia.

O Ministério da Infraestrutura disse em nota divulgada às 8h50 que todas as rodovias federais, concedidas ou sob administração do DNIT estão com o livre fluxo de veículos e sem registro de retenção.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários