Ministro da Economia, Paulo Guedes
Alan Santos/Presidência da República
Ministro da Economia, Paulo Guedes

A ministra do Supremo Tribunal de Federal (STF) , Cármen Lúcia, solicitou à Procuradoria-Geral da República (PGR) um parecer sobre o pedido de impeachment do ministro da Economia, Paulo Guedes . Deputados entraram com a solicitação junto ao STF após Guedes faltar três vezes da reunião da Comissão de Finanças

O pedido foi feito pelos deputados federais Kim Kataguiri (DEM-SP) e Elias Vaz (PSB-GO) na última quarta-feira (30). Eles consideram as faltas do ministro como crime de responsabilidade, sendo que na data da reunião Paulo Guedes esteve presente no julgamento das contas do governo federal de 2020 no Tribunal de Contas da União (TCU)

Fontes próximas a procuradores do Ministério Público Federal acreditam que o pedido de impeachment de Guedes deve ser negado pela PGR. O resultado na análise não tem previsão para sair, mas deve ser entregue até o começo da próxima semana. 

Convocação de Guedes

O ministro da Economia, Paulo Guedes, foi convocado a comparecer na Comissão de Finanças da Câmara dos Deputados para explicar os gastos da União voltados à Previdência Social. Um levantamento feito pelo TCU aponta  redução proposital da estimativa de gasto com a previdência dos militares em R$ 45,5 bilhões

O texto enviado à época ao TCU desconsiderava os reajustes nos salários dos militares, que impactarão as contas futuras durante a aposentadoria. Além disso, ignorou benefícios e bonificações dos integrantes das Forças Armadas.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários