Lares brasileiros têm mais dificuldade de alimentar em quantidade e qualidade todos os seus integrantes nos últimos anos
Daniel Marenco/Agência O Globo
Lares brasileiros têm mais dificuldade de alimentar em quantidade e qualidade todos os seus integrantes nos últimos anos


Cerca de 27 milhões de brasileiros maiores de 18 anos encararam a fome em algum momento desde o início da pandemia , em março de 2020. Segundo dados do Unicef (Fundo das Nações Unidas para a Infância) divulgados nesta quarta-feira (30), pessoas pretas ou pardas sofrem 19%, e no caso das classes C e D, em 33%.

Os pesquisados responderam se “desde o começo da pandemia, ou seja, desde o Carnaval de 2020, você ou alguém que mora com você deixou de comer porque não havia dinheiro para comprar mais comida". Ao todo, 17% disseram sim.


13% das pessoas que moram com crianças ou adolescentes indicaram que elas deixaram de comer durante a pandemia da covid-19 por falta de dinheiro. Nas casas com crianças brancas, a taxa ficou em 8%, contra 17% para crianças negras ou pardas.

41% das famílias entrevistadas diminuíram o consumo de frutas, verduras e outros itens da alimentação não industrializada. De acordo com a representante do Unicef no Brasil, Florence Bauer, o fechamento das escolas contribuiu para o agravamento da situação já que muitas crianças dependiam da merenda escolar.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários