Guedes e Bolsonaro discordaram sobre ações econômicas no Regime Militar
Reprodução/Youtube
Guedes e Bolsonaro discordaram sobre ações econômicas no Regime Militar

O presidente Jair Bolsonaro rebateu a declaração do ministro da Economia, Paulo Guedes, que criticou planos para o agronegócio durante os governos do Regime Militar . Bolsonaro minimizou a inflação durante a ditadura, elogiou os militares e disse que "governos se faz de erros e acertos".

Em cerimônia de anúncio de créditos do Banco do Brasil para o Plano Safra, Guedes disse que planos para o agronegócio em governos passados não foram para frente e citou os governos militares como exemplo. O chefe da pasta econômica ressaltou a alta na inflação registrada no regime. 

“Nosso financiamento agrícola era baseado em emissão de moeda. No final do governo militar, a inflação foi subindo em cima da teoria de que ‘vamos dar mais crédito para o campo que a comida vai ficar barata’. E, na verdade, foi ficando mais cara”, disse Guedes. 

Bolsonaro, no entanto, rebateu a declaração e minimizou os efeitos econômicos da ditadura . O presidente afirmou que houve 'um pequeno problema com emissão de dinheiro'. 

“Aprendemos com a experiência dos outros, isso mostra que o povo é inteligente”, disse Bolsonaro. 

“Não existe satisfação melhor que servir a pátria. Se no final dos governos militares tivemos um pequeno problema com emissão de dinheiro também começou em meados do governo militar, com Geisel, a crença na agricultura. O governo se faz de erros e acertos, em grande parte. E nós aprendemos com a experiência dos outros, isso mostra que o povo é inteligente”, concluiu. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários