Guedes deve entregar proposta com mudanças no IR nesta quarta-feira
Reprodução: iG Minas Gerais
Guedes deve entregar proposta com mudanças no IR nesta quarta-feira

O governo calcula que a ampliação da faixa de isenção do Imposto de Renda (IR) da pessoa física pode até dobrar o número de contribuintes isentos, de acordo com fontes da equipe econômica. Atualmente, cerca de 8 milhões de trabalhadores são isentos do IR, pois têm rendimentos tributáveis de até R$ 1,9 mil mensais.

O Ministério da Economia avalia que, caso a decisão seja de elevar a faixa de isenção para R$ 2,5 mil por mês, 16 milhões de pessoas podem passar a ser isentas do imposto de renda. Se a decisão for de ampliar a faixa de isenção para R$ 2,4 mil, a estimativa é que 14 milhões de contribuintes passarão a ser isentos do IR.

No caso do Imposto de Renda para Pessoa Física, o ministro afirmou que a proposta é ampliar a faixa de isenção.

O governo está fazendo contas para atualizar a tabela do Imposto de Renda como parte da reforma tributária . A tendência é encaminhar o projeto ao Congresso nos próximos dias. A proposta teve várias idas e vindas, diante de pedidos do Palácio

Você viu?

No restante das faixas do Imposto de Renda, a tendência é de que haja um reajuste de R$ 1 mil em cada uma das faixas. Por tanto, a alta será maior para a faixa de isenção do Imposto de Renda.

Técnicos do Ministério da Economia avaliam que será possível cobrir esse reajuste com a melhora na arrecadação causada pelo crescimento da economia e também pela inflação. Hoje, a arrecadação está rodando com uma alta de 40%. A melhora da arrecadação também deve ajudar no desenho do novo Bolsa Família, que está sendo fechado pelo governo.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários