Luiza Trajano, presidente do conselho de administração do Magazine Luiza
Portal Na Prática/Fundação Estudar
Luiza Trajano, presidente do conselho de administração do Magazine Luiza

A presidente do conselho de administração do Magazine Luiza e líder do movimento Unidos pela Vacina, Luiza Trajano, criticou a tendência de seleção de vacinas para serem aplicadas . A declaração foi dada em coletiva de balanço da distribuição de imunizantes da ação empresarial, na manhã desta terça-feira (22). 

Segundo Luiza, todos os imunizantes são eficazes e ajudam a reduzir os efeitos mais graves provocados pela doença. Na opinião da empresária, o público que escolhe imunizantes deveria ficar no final da fila da vacina. 

"Não podemos escolher vacinas, todas foram testadas e comprovadas que são boas. Para mim, essas pessoas (que selecionam os tipos de imunizantes) tinham que ficar no final da fila, porque querem selecionar enquanto muitos jovens estão esperando ansiosos pela sua vez", disse Luiza. 

Dados do Ministério da Saúde apontam que, até o momento, 88,3 milhões de doses foram aplicadas, sendo 66 milhões a primeira dose e 24,3 milhões totalmente imunizados. A maioria dos imunizantes distribuídos pela pasta é a CoronaVac, vacina criticada pelo presidente Jair Bolsonaro. 

Comunicação 

A empresária ressaltou a necessidade de aumentar campanhas de incentivo a vacinação no país e melhorar a comunicação com a população. Ela lembrou de casos de pacientes que deixaram de tomar a segunda dose da vacina após reações. 

"Muitas vezes, a pessoa toma a primeira dose, tem uma pequena reação e pode deixar de receber a segunda. Por isso, é essencial transmitir informações corretas", afirmou.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários