Bolsonaro
Reprodução YouTube
Bolsonaro

Em conversa com apoiadores no Palácio do Alvorada nesta quinta-feira (3), o presidente Jair Bolsonaro alertou para a crise hídrica que o Brasil enfrenta. 

"Apesar dos problemas está indo bem o Brasil. Tem gente incomodado com isso. Na energia, estamos com problema da maior crise hídrica da história do Brasil. Mais um azar. Apesar disso, está indo bem ", disse, em transmissão feita por simpatizantes.

"É que não tem a roubalheira, né. Avisa o presidente, relator da CPI (da Covid), não tá tendo a roubalheira ", ressaltou o presidente.

Com isso, o governo federal prepara uma campanha publicitária pelo “uso consciente” de energia elétrica e de água. A Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República (Secom) prevê gastar R$ 20 milhões na campanha , que será nacional, de acordo com documento do órgão ao qual o jornal O Globo teve acesso.

Você viu?

O Ministério de Minas e Energia (MME), até o momento, descarta a possibilidade de racionamento, mas vem tomando medidas para evitar o pior. 

Integrantes do MME chamaram os gestores do setor elétrico em 2001 (quando houve um racionamento) e de 2014 (período seco histórico) para conversar sobre medidas que podem ser tomadas . O ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, também está conversando com integrantes do governo, do Judiciário e do Congresso para alertar sobre a situação.




    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários