Confeiteira será indenizada em R$ 200 mil após ser demitid
Guia da Cozinha
Confeiteira será indenizada em R$ 200 mil após ser demitid

Uma confeiteira  de Minas Gerais que trabalhava em um cruzeiro vai ser indenizada em R$ 200 mil por ter contraído o coronavírus durante uma viagem de trabalho e logo depois ter sido demitida. 

A doença foi confirmado por meio de uma perícia. A funcionária e as empresas que empregaram a mulher entraram em um acordo e a juíza responsável pelo caso na 1ª Vara do Trabalho de Ouro Preto, Graça Maria Borges de Freitas, ordenou o pagamento da indenização. 

Além de provar que foi contaminada pelo vírus no trabalho, em março de 2020, a cozinheira alegou que, por não conseguir sentir gosto e odores, ficou impossibilitada de conseguir um novo emprego.



    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários