Itapemirim
Calebe Murilo
Itapemirim

O China Construction Bank Brasil, antigo BicBanco , pede a recuperação judicial da agora Viação Itapemirim. Além disso, o grupo pede que o atual presidente da empresa, o empresário Sidnei Piva, seja retirado do cargo

Segundo as denúncias, Piva estaria desviando recursos da empresa sem aprovação prévia dos credores. Segundo a revista Veja, cerca de 30% do dinheiro obtido com a venda de ativos da empresa de ônibus teriam sido aplicados na companhia aérea e somente 27% para pagamento de credores, que reclamam que o plano não está sendo cumprido.

O banco já havia pedido a falência da empresa , mas o pedido ainda não foi avaliado pela Justiça. 

Segundo Piva, o pagamento dos credores faz parte do plano bilionário da companhia que começou a vender passagens já na semana passada e vai fazer seu primeiro voo comercial no fim de junho. 

“O Grupo Itapemirim informa que o credor está recebendo o valor do seu crédito nos termos do plano de recuperação judicial, em parcelas mensais de R$ 100 mil, devidamente comprovados nos autos do processo nº 1108214-64.2020.8.26.0100. O plano de recuperação judicial prevê a possibilidade de alienação, locação ou arrendamento de todos seus bens e ativos, visando fomentar a operação, seja em relação a novos investimentos/projeto e/ou substituição da frota de veículos. Conforme disposto no plano de recuperação judicial aprovado pelo próprio credor China Construction Bank Brasil, o Grupo Itapemirim está autorizado a realizar novos projetos, por ora, direcionado ao setor aéreo”, informou a companhia ao Radar Econômico da Veja. 


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários