O petista e ex-presidente Lula (2003-2010) e o atual presidente da República, Jair Bolsonaro
Reprodução
O petista e ex-presidente Lula (2003-2010) e o atual presidente da República, Jair Bolsonaro


O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ( PT ) tuitou nesta terça-feira (15)sua indignação com a volta da fome para a lista de problemas do Brasil e a nova expansão da linha da pobreza .

Lula também destacou as desigualdades sociais e o acúmulo de renda dos mais ricos durante a pandemia da Covid-19. Veja:



“Eu nunca vi tanta gente na rua como tenho visto. Tanta criança pedindo esmola, passando fome. E o mundo vendo no noticiário bilionário comprando iate de 400 milhões de dólares”, disse.

No mesmo dia, Lula se encontrou com o padre Júlio Lancelotti . Na reunião transmitida também em seu twitter, o político e o religioso debateram a condução da pandemia de Covid-19 no Brasil e o agravamento dos problemas sociais do país.

Você viu?


No início de maio, o petista chegou em Brasília para articular a volta do auxílio emergencial ao valor de R$ 600 . O retorno é tido como "missão" principal do ex-presidente.

Para isso, utilizará dos contatos que mantém na cidade para conversar com lideranças do Congresso Nacional.


Pré-campanha


Na manhã desta terça-feira , o atual presidente Jair Bolsonaro (sem partido) rebateu as críticas de uma apoiadora à sua gestão. "Quem não está contente comigo, tem Lula em 2022", disse.

A militante cobrou que o presidente mobilizasse as Forças Armadas para acabar com o sofrimento do povo "na mão daqueles demônios". Ao responder à apoiadora, entretanto, Bolsonaro afirmou que "ditadura não é comigo". 


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários