Ministério da Economia
Geraldo Magela/Agência Senado - 8.2.19
Ministério da Economia

O ministério da Economia revisou as contas hoje (18), e divulgou o Boletim Macrofiscal , com as projeções para a economia neste ano. A expectativa de inflação subiu, e com ela, a previsão para o salário mínimo em 2022. 

O IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo), a inflação oficial do país, teve alta de 4,4% para 5,05%. O salário mínimo, que havia sido previsto por meio da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), enviada ao Congresso em abril, pode subir de  R$ 1.147,00 para R$ 1.555,55.

Para corrigir o salário, o governo usa o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC). O aumento, no entanto, não significará ganho real, pois, a inflação acompanhará o crescimento dos vencimentos. 

Será o terceiro ano seguido que o piso salarial do país não terá aumento acima da inflação. Trata-se de um projeto do governo Jair Bolsonaro (sem partido), que acabou com a política de ganhos reais que vigorou no Brasil por mais de duas décadas.

De acordo com informações do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), o salário mínimo serve de referência para 50 milhões de pessoas no Brasil, das quais 24 milhões de beneficiários do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários