Elon Musk, fundador da Tesla
Juliana Nascimento
Elon Musk, fundador da Tesla

O bitcoin , a maior  moeda digital do mundo, caiu mais de 17%   em 12 horas após o dono da Tesla, Elon Musk avisar que não mais a aceitaria para a compra de seus carros elétricos, alegando preocupações climáticas .

A criptomoeda perdeu quase US$ 10 mil ( R$ 52 mil ) em valor, sendo negociada a US$ 45.700 (R$ 241 mil), quando antes estava cotado a US$ 54.819 (R$ 289,48 mil).

Foi a segunda maior queda diária da história da moeda virtual, segundo dados de analistas financeiros.

Na manhã desta quinta-feira, a criptomoeda se recuperou um pouco  e estava sendo negociada a US$ 49.265.

Até então, a maior queda diária do bitcoin aconteceu em fevereiro passado, quando ele perdeu 18% de seu valor e influenciou diretamente uma queda de 13% nas ações da própria Tesla.

Você viu?

'Estamos preocupados', diz bilionário

“Estamos preocupados com o rápido aumento do uso de bitcoin nas negociações de combustíveis fósseis para "mineração", especialmente carvão, que tem as piores emissões de qualquer combustível”, escreveu Musk para se justificar.

Mas em fevereiro, a Tesla comprou US$ 1,5 bilhão da divisa, antes de começar a aceitá-la como pagamento para carros em março, gerando um aumento de cerca de 20% na criptomoeda.

A moeda digital é criada quando computadores de alta potência competem com outras máquinas para resolver enigmas matemáticos complexos, um processo que consome muita energia e que hoje frequentemente depende da eletricidade gerada a partir de combustíveis fósseis, especialmente carvão.

No ritmo atual, essa "mineração" de bitcoin consome anualmente aproximadamente a mesma quantidade de energia que a Holanda em 2019, de acordo com os dados mais recentes disponíveis da Universidade de Cambridge e da Agência Internacional de Energia.

Por ouro lado, o apoio do empresário a outra critpomoeda, a dogecoin, continua forte. Recentemente, ele anunciou que sua SpaceX vai lançar a "Missão Doge-1 à Lua" no primeiro trimestre do próximo ano E a empresa de foguetes comerciais financiará a missão (um satélite) com dogecoin (baseada num meme com um cachorro).


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários