Grupo João Santos é alvo da PF
Lorena Amaro
Grupo João Santos é alvo da PF

O Grupo João Santos , dono da empresa Cimento Nassau e um dos maiores conglomerados empresariais do Nordeste está na mira da Polícia Federal (PF). O grupo é acusado de deixar funcionários sem salário e sonegar impostos. 

De dívidas tributárias, o grupo tem R$ 8,6 bilhões , segundo a Procuradoria da Fazenda. Os débitos trabalhistas somam R$ 55 milhões. 

Os trabalhadores, de acordo com as investigações, ficavam sem receber salários e outros direitos trabalhistas.

Operação Background começou a  investigar a companhia e foi deflagrada nesta quarta-feira (5) e teve 53 mandados de busca e apreensão expedidos pela 4ª Vara Penal da Justiça Federal. E ocorre nos estados de Pernambuco, São Paulo, Amazonas, Pará e no Distrito Federal.

"Essa empresa possui débitos no Norte, Nordeste e Sudeste. A Procuradoria iniciou um trabalho devido ao passivo tributário. A dívida inicia na Receita e é encaminhada para a Procuradoria, quando o contribuinte não quita essa dívida", explicou ao G1 o procurador-regional da Fazenda Nacional em Pernambuco, Alexandre Freire.

Entre as empresas pertencentes ao grupo com as maiores dívidas, estão:

  • Celulose e Papel de Pernambuco S/A (Cepasa);
  • Companhia Brasileira de Equipamento (CBE);
  • Itabira Agro Industrial S/A;
  • Itapessoca Agro Industrial S/A;
  • Itautinga Agro Industrial S/A;
  • Sociedade de Táxi Aéreo Weston LTDA;
  • Nassau Editora Rádio e TV LTDA.



    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários