Bolsonaro jantou com CEo da Apple, da Microsoft, entre outros grandes líderes mundiais
Reprodução/Twitter
Bolsonaro jantou com CEo da Apple, da Microsoft, entre outros grandes líderes mundiais


O Palácio do Planalto abriu um edital que prevê gastos de até R$ 10,2 milhões com os copeiros e garçons da presidência . A medida se justificaria porque o serviço melhora o bem-estar dos servidores públicos, enquanto o café aumenta o desempenho no trabalho.

"O consumo de café faz parte da cultura brasileira e a contratação de um serviço que possibilite o consumo no ambiente de trabalho é comum na Administração Pública, em todas as esferas", diz o edital.

Leia também

Estão inclusos gastos com pessoal, equipamentos e utensílios para atender autoridades no Palácio do Planalto e das outras dependências da Esplanada dos Três Poderes.

No total, serão 149 contratados. Entre eles, 84 garçons ou garçonetes e 52 copeiros, além de auxiliares.

Os salários de garçons será de R$ 5,4 mil e os de copeiros, R$ 4 mil.

Ainda segundo o texto, "o serviço de copeiragem coopera para que sejam criadas as condições de trabalho satisfatórias aos colaboradores do órgão, proporcionando bem-estar e, por conseguinte, melhorando a capacidade laboral dos servidores e colaboradores que atuam junto à Presidência da República".

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários