Valor do reajuste depende da competição entre as marcas
Pixabay
Valor do reajuste depende da competição entre as marcas

Na quarta-feira (31) o governo autorizou o reajuste do preço dos  remédios em até 10,08% . A autorização foi anunciada pela Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos (CMED) e publicada no Diário Oficial da União. 

O aumento será maior em marcas com mais competição entre si, já entre as com mais disponibilidade, o reajuste fica em 6,79%. A média dos aumentos fica em 8,43%.

Em 2020 os medicamentos sofreram alta de 4,22%, neste ano o reajuste já é quase o dobro. Caberá às empresas definirem os valores que aplicarão.

No ano passado o setor adiou o reajuste para junho, devido à pandemia do novo coronavírus. 

Motivos

O salto nos valores era aguardado. As matérias-primas para produção subiram muito no exterior, devido à alta demanda causada pela pandemia.

Além disso, a alta do dólar influenciou tanto a importação de medicamentos quanto a disponibilidade de insumos


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários