Plano SP: Governo admite chance de estender fase emergencial por mais 15 dias
SEFAZ/RJ
Plano SP: Governo admite chance de estender fase emergencial por mais 15 dias

O governo do estado de São Paulo admitiu a possibilidade de prorrogar as medidas mais restritivas relativas ao Plano São Paulo, que tem o objrtivo de conter o avanço da Covid-19. O coordenador do Centro de Contingência do Coronavírus, Paulo Menezes, afirmou, nesta quarta-feira (24), que é possível que seja necessária a extensão da fase emergencial por 15 dias em todo o estado.

O médico ressaltou, porém, que os números de casos, internações e óbitos mudam constantemente, o que pode influenciar a decisão da gestão estadual. "Avaliamos a situação a partir de dados que tinhamos até segunda-feira. É possível que seja necessária a extensão da fase emergencial por, quem sabe 15 dias, mas esses números mudam. São avaliações dinâmicas", disse.

Menezes também falou sobre uma recomendação que teria sido feita pelo centro ao governo para manter a fase emergencial por mais 15 dias em São Paulo. "Queria lamentar o que aconteceu ontem: encerramos uma reunião às 12h e vimos uma notícia de que o centro teria feito uma série de recomendações ao governo, o que não aconteceu", disse o coordenador.

Para que seja retomada a fase vermelha, é necessário que caia o número de novos casos e internações por conta da Covid-19. Para que uma situação de flexibilização aconteça, a taxa de ocupação dos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) precisa chegar a 75%.  Atualmente, está em 92,3% no estado e de 91,7% na Grande São Paulo.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários