Imposto deveria ser reduzido para 20%, ficou em 31,5%
Shopping Iguatemi/Divulgação
Imposto deveria ser reduzido para 20%, ficou em 31,5%

Câmara de Comércio Exterior (Camex) decidiu revogar nesta quarta-feria (17) a portaria anunciada em fevereiro que reduzia a alíquota para importação de bicicletas . O decréscimo no imposto seria gradual, de 35% para 20%, e foi criticado pelos fabricantes nacionais de bicicletas e pela bancada federal do Amazonas no Congresso Nacional.

A taxa chegou a ser reduzida de 35% para 30% em março e sofreria nova queda, passando para 25% no meio doa ano, além de um último corte em dezembro, quando chegaria ao valor final de 20%.

A zona franca de Manaus, onde são produzidas anualmente cerca de 600 mil bicicletas, sofreria um impacto significativo com a importação de bicicletas chinesas. 

A bancada amazonense de senadores chegou a assinar um projeto de lei para anular a resolução da Camex, porém voltaram atrás após a promessa que o ministério voltaria atrás na decisão, o que de fato aconteceu ontem. 

A redução efetiva ficou em 10% sob a alíquota de 35%, portanto, o imposto para importação de bicicletas estacionou em 31,5%.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários