Câmara deve votar projeto no primeiro semestre deste ano
Reprodução: iG Minas Gerais
Câmara deve votar projeto no primeiro semestre deste ano

O ministro da Economia, Paulo Guedes , prometeu novidades no andamento da Reforma Administrativa na Câmara dos Deputados a partir desta semana. Em um encontro com o presidente da Casa, Arthur Lira (Progressistas-AL), Guedes recebeu sinal verde para destravar a medida no Congresso Nacional.

Lira já havia prometido votar a medida após a aprovação da PEC Emergencial, no entanto, a proposta ainda deve passar por comissões antes de ser analisada pelo plenário. Após esse processo, o texto deve ser enviado ao Senado até ser sancionado pelo presidente Jair Bolsonaro.

“O presidente da Câmara chamou hoje então para conversar sobre a reforma administrativa: os próximos passos. O prazo, a relatoria, tudo isso ele vai estar dando em detalhes daqui a pouco lá na Câmara dos Deputados”, prometeu Guedes.

Guedes ressaltou que as negociações entre o governo federal e o Congresso Nacional serão realizadas pelo ministro da Secretaria de Governo, Luiz Eduardo Ramos. Ramos participou do encontro na tarde desta terça-feira (16) e deve tomar a frente para propor os interesses do Palácio do Planalto nas reformas econômicas.

“Eu até disse que ia falar só o teor da conversa: relatoria, prazo, tudo isso, as reuniões de líderes que eles vão fazer, sempre com a coordenação do nosso ministro Ramos, politicamente quem coordena o nosso governo”, completou.

Paulo Guedes foi questionado sobre a retomada de pagamentos do auxílio emergencial , mas evitou comentar o assunto. Em coletiva, o ministro Luiz Eduardo Ramos garantiu que a medida provisória para recriar o benefício será publicada nesta terça-feira.

Até o momento, o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira, não anunciou as novidades sobre o andamento da Reforma Administrativa na Casa.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários