Taxa se mantém em 2% desde agosto de 2020
REUTERS/Ueslei Marcelino
Taxa se mantém em 2% desde agosto de 2020

O Comitê de Política Monetária (Copom), braço do Banco Central (BC), começa hoje (16) a reunião que deve alterar o valor da taxa de básica de juros (Selic). O  último relatório produzido pelo mercado indica que, após seis anos de manutenção ou queda, a Selic volte a subir, saindo da casa dos 2% ao ano. A nova taxa será divulgada nesta quarta-feira (17), após o fechamento do mercado.  

A previsão projetava pelo Boletim Focus nesta segunda-feira (15), estima a Selic a 2,50% ao final da reunião de quarta e a 4,50% no final deste ano. Em 2022, a expectativa é que a taxa de juros alcance os 5%.

A pressão inflacionária faz com que o aumento da taxa básica de juros seja uma das solições para a contenção da expansão monetária. Segundo o Boletim, o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) chegará a 4,6% neste ano, acima do centro da meta, que é 3,75%.

A última vez em que a Selic subiu foi em 2015, indo de 13,75%, em junho, para 14,25%, em julho, valor que manteve até agosto de 2016.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários