Em compensação, levantamento aponta queda no número de inadimplentes no Brasil
Thinkstock/Getty Images
Em compensação, levantamento aponta queda no número de inadimplentes no Brasil

A inadimplência em contas de água e luz cresceram e atingiram 23,6% da população brasileira em dezembro do ano passado. O levantamento foi feito pelo Serasa e mostra um recorde na série histórica, iniciada em 2018.

De acordo com a pesquisa, as dívidas foram computadas mês a mês até atingir a alta de 2,1% percentual no fim do ano. Para especialistas, o fim do auxílio emergencial e a busca por alternativas para se manterem durante a crise provocada pela pandemia de Covid-19 , fizeram que as famílias se endividassem no último ano.

A decisão de evitar cortes de energia entre março e agosto também colaboraram para a redução de pagamentos de contas em 2020. Com o alívio, as famílias preferiram fazer uma reserva de emergência para se manterem após o fim do benefício emergencial.

Embora o aumento de dívidas básicas, o Serasa informou que a inadimplência geral apresentou queda durante a pandemia. Os compromissos com empréstimos e cartões diminuíram 0,5 ponto percentual nos últimos dois meses de 2020 e atingiu 27,3% da população, o menor índice da série histórica.

O levantamento mostra que há 61,4 milhões de pessoas inadimplentes no Brasil, o que representa 30% de toda a população brasileira. Entre março e dezembro de 2020, 3,4 milhões de pessoas deixaram a lista dos serviços de proteção ao crédito. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários