Home office não é mais tendência e sim realidade
shutterstock
Home office não é mais tendência e sim realidade

Devido as medidas de contenção da pandemia do novo coronavírus , as ofertas de emprego na modalidade home office saltaram 309% no ano passado. É o que mostra o estudo realizado pela Vagas.com, empresa de soluções tecnológicas de recrutamento e seleção.

De acordo com Rafael Urbano, especialista em Inteligência de Negócios da Vagas.com, os setores que mais contrataram nesse modelo foram: 

  • Tecnologia (41%)
  • Finanças (11%)
  • Consultoria e Gestão Empresarial (10%)
  • Seguros (8%)
  • Telecom (7%)
  • Educação (4%)
  • Outros (19%)


Entre as áreas mais buscadas pelas empresas para atuação remota aparecem:

  • Tecnologia (38%)
  • Vendas (10%)
  • Recursos Humanos (4%)
  • Marketing (4%)
  • Administrativo (3%)
  • Financeiro (2%)
  • Telemarketing (2%)
  • Atendimento (2%)
  • Consultor (2%)
  • Direito (1%)
  • Contabilidade (1%)
  • Inteligência de Mercado (1%)
  • Outros (20%) 

"Notamos um maior interesse por parte dos nossos clientes na oferta de vagas em modelo home office a partir do segundo trimestre, justamente no período em que a pandemia registrou forte expansão de casos registrados no Brasil, forçando as empresas a se readequarem para que não perdessem a produtividade", explica Urbano.

369 oportunidades abertas

Na plataforma de empregos Vagas.com.br há, neste momento, 369 vagas para trabalhar de casa. As remunerações e benefícios variam em cada oferta. Para ter mais informações sobre as oportunidades oferecidas pelas empresas, é recomendado pesquisar as vagas pelas palavras-chave home office, trabalho remoto ou teletrabalho.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários