Rodrigo Pacheco havia prometido votação da PEC Emergencial para quinta-feira (25)
Jefferson Rudy/Agência Senado
Rodrigo Pacheco havia prometido votação da PEC Emergencial para quinta-feira (25)

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG) , afirmou nesta terça-feira (23) que a votação da PEC Emergencial poderá ser adiada para a próxima semana. De acordo com o parlamentar, os senadores estão pedindo mais tempo para propor emendas ao projeto.

Em entrevista à CNN Brasil , Pacheco disse que as solicitações acontecem após o atraso para a entrega do parecer do relator da proposta, senador Márcio Bittar (MDB-AC), que protocolou o texto na manhã desta terça-feira. Como há pontos de discordância entre os senadores, há a possibilidade de adiamento da discussão para o começo de março.

Até o momento, a votação está programada para quinta-feira (25), dia em que está previsto também a discussão sobre a PEC do Pacto Federativo . A expectativa é que a aprovação da medida dê folego para o pagamento de uma nova rodada do auxílio emergencial .

Congressistas têm pressa para aprovar a matéria, principalmente a “cláusula de calamidade” , que prevê a verba para o retorno do benefício. Questionado sobre o assunto, Rodrigo Pacheco negou que há uma movimentação no Congresso Nacional para validar o auxílio separado da PEC Emergencial. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários