Brasil Econômico

Secretária de Desenvolvimento Econômico, Patrícia Ellen
Reprodução
Secretária de Desenvolvimento Econômico, Patrícia Ellen


Em nova reclassificação do Plano São Paulo, que determina ações para conter a pandemia da Covid-19 no estado, as regiões de Presidente Prudente e Barretos regrediram para a fase mais rígida do plano, que permite apenas o funcionamento de serviços essenciais. Além disso, as regiões de Franca e Sorocaba evoluíram de fase, passando, respectivamente, para as classificações laranja e amarela. As reclassificações passam a valer a partir do dia 22 de fevereiro.

De acordo com a secretária de Desenvolvimento Econômico do estado, Patrícia Ellen, "estamos em um momento de inflexão. Tivemos uma melhora muito significativa nas últimas duas semanas e agora percebemos que algumas regiões continuaram melhorando, mas outras exigiram regressões". A secretária reforçou ainda que que o aumento da rigidez das regras mostram "o custo do negacionismo".

Municípios em áreas de fase amarela podem permitir 40% de ocupação em academias, salões de beleza, restaurantes, cinemas, teatros, shoppings, concessionárias, escritórios e parques estaduais, com expediente de até dez horas diárias para restaurantes e 12 horas para as demais. O atendimento presencial deve ser encerrado às 22h em todos os setores. Nos bares, as portas fecham mais cedo, às 20h. Eventos que geram aglomeração, como festas, baladas e shows continuam proibidos.

Na etapa laranja, o funcionamento dos serviços não essenciais é limitado a até oito horas diárias, com atendimento presencial máximo de 40% da capacidade e encerramento às 20h. O consumo local em bares está totalmente proibido.

Além da reclassificação, um protocolo referente ao consumo de bebidas alcóolicas nas regiões em fase amarela, como no caso da capital, foi revisto: antes permitido apenas até as 20h, apesar da permanência do funcionamento dos estabelecimentos, agora as bebidas podem ser consumidas com limite de clientes até as 22h.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários