Brasil Econômico

Imóveis têm alta de 0,35% em janeiro
shutterstock
Imóveis têm alta de 0,35% em janeiro

O preço dos imóveis residenciais registrou aumento de 0,35% no mês de janeiro deste ano. Em dezembro de 2020, a alta tinha sido de 0,46%. Os dados são de pesquisa divulgada nesta quarta-feira (3) pelo FipeZap, que monitora o preço de venda de imóveis em 50 cidades brasileiras.

Em janeiro, o índice FipeZap superou a inflação esperada para o mês, que é de 0,30%. Se ela se confirmar, o aumento real no preço dos imóveis no período será de 0,05%.

Apesar do aumento em janeiro, o índice dos últimos 12 meses não teve alta real. O aumento no preço acumulado no período foi de 3,87%, abaixo da inflação (4,61%).

As cidades que mais encareceram seus imóveis no últimos 12 meses foram Manaus , com ganho de 11%, Brasília , com 9,52%, e Maceió , com 9,48%.

Você viu?

A pesquisa também revelou o preço médio de venda dos imóveis residenciais, mostrando que a média do metro quadrado nas 50 cidades analisadas foi de R$ 7.524 em janeiro.

Nesse sentido, a cidade mais cara do Brasil foi o Rio de Janeiro , com imóveis residenciais sendo vendidos a R$ 9.470 o metro quadrado. Confira a lista:

  • Rio de Janeiro - R$ 9.470/m²
  • São Paulo - R$ 9.366/m²
  • Brasília - R$ 8.099/m²
  • Florianópolis - R$ 7.480/m²
  • Vitória - R$ 7.208/m²
  • Belo Horizonte - R$ 6.892/m²
  • Curitiba - R$ 6.589/m²
  • Recife - R$ 6.247/m²
  • Porto Alegre - R$ 6.088/m²
  • Fortaleza - R$ 5.963/m²
  • Maceió - R$ 5.389/m²
  • Salvador - R$ 5.252/m²
  • Manaus - R$ 5.176/m²
  • João Pessoa - R$ 4.544/m²
  • Goiânia - R$ 4.531/m²
  • Campo Grande - R$ 4.306/m²

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários