Brasil Econômico

Confira dicas de como aproveitar a internet para conseguir uma renda extra vendendo online
shutterstock
Confira dicas de como aproveitar a internet para conseguir uma renda extra vendendo online

Com desemprego altofim do auxílio emergencial se aproximando e alta da informalidade nos últimos anos , muitos brasileiros decidiram se aventurar na internet para conseguir uma renda extra - ou até mesmo a renda principal, em alguns casos. No ano passado, com a pandemia, essas tendências se materializaram e, mais do que nunca, o digital disparou e passou a fazer parte da vida e do consumo das pessoas. Pensando nisso, vender online pode ser essa solução da tão buscada renda extra, mas é importante conhecer o caminho antes de começar.

Segundo dados da Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm), mais de 150 mil novas lojas online foram registradas entre abril e setembro de 2020 e mais de 11 milhões de pessoas realizaram sua primeira compra pela internet nesse mesmo ano. Com uma infinidade de possibilidades, saber onde buscar sucesso é essencial, e, pensando nisso, a especialista Babi Tonhela, CPO e Sócia do Ecommerce na Prática , maior escola de vendas digitais do Brasil, organizou cinco maneiras para quem busca faturar uma renda extra vendendo na internet, sem necessidade de investir muito.

Confira as 5 dicas para conseguir renda extra vendendo online

1. Comece com o que tem e defina a plataforma

A forma mais simples e barata de empreender é utilizando coisas que você já tenha em casa . "Nós indicamos selecionar coisas que muitas vezes estão paradas", explica Babi. "Um computador, um colchão, uma câmera digital ou mesmo qualquer objeto que você enxergue valor de venda como item usado", lista. É a tendência chamada 'recommerce', que tem feito sucesso em plataformas como Enjoei . Existem também outros canais de serem utilizados, como OLX , Mercado Livre e até mesmo redes sociais como o Facebook Marketplace e o Instagram Shop .

"Quando esses produtos estiverem rodando e forem dando retornos financeiros, você pode começar a procurar antiquários ou brechós, por exemplo, para continuar comprando e vendendo outros itens", indica Babi.

2. Aproveite suas habilidades

Outra dica é aproveitar o que você sabe fazer, sejam atividades na cozinha ou com artesanato , por exemplo. "No caso da alimentação, você consegue tirar um CNPJ como MEI de forma rápida e se cadastrar em aplicativos de delivery", conta.

Você viu?

"O setor de artesanato online também é muito forte. Para você ter uma ideia, a maior plataforma de e-commerce desse tipo de produto é o Elo7 , que foi a terceira mais acessada no Brasil durante 2020". Então, é possível aproveitar uma habilidade ou até um hobby para ganhar dinheiro.

3. Venda produtos sob encomenda

Essa dica é bem parecida com a dos artesanatos, porém, nos itens encomendados é possível estruturar alguma coisa mais extensa como uma caneca ou produtos gráficos personalizados. Existem empresas investindo em 'Print On Demand', que significa " impressão sob demanda ", de camisetas, bonés e outros souvenirs.

4. Crie uma loja virtual sem estoque

"Você já percebeu que existem diversos negócios na sua região que não vendem online?", questiona Babi. "Uma dica é ir até esses lugares e se posicionar como representante comercial , fazendo uma troca com os empreendedores daquele estabelecimento". Com isso, é possível anunciar produtos na internet e ir até esses lugares comprar a mercadoria para depois enviar. Assim, não é necessário um investimento inicial em estoque para começar a vender.

5. Como conciliar com o trabalho

"Qualquer habilidade que você tenha hoje, pode ser "empacotada" como um produto digital, seja um ebook, um mini curso, manual e um serviço também pode ser oferecido e consumido online", aponta a especialista. "Em todas as opções anteriores o empreendedor consegue trabalhar 100% online e conciliar seu novo negócio com qualquer outra atividade. Existem pessoas que cumprem essa jornada dupla e conseguem aumentar sua renda, seja com venda de produtos físicos, digitais ou serviços".

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários