Brasil Econômico

Para quem não pagou a primeira parcela do IPVA, ainda há solução para evitar multa
Wikimedia Commons
Para quem não pagou a primeira parcela do IPVA, ainda há solução para evitar multa

O prazo para pagar o  Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) à vista com desconto de 3% ou quitar a primeira parcela do tributo terminou nesta quarta-feira (20) no estado de São Paulo. Quem não pagou sofrerá cobrança de multa, a menos que pague à vista em fevereiro e sem o desconto para quem pagou no primeiro mês do ano.

Em fevereiro o calendário do IPVA prevê o pagamento da segunda parcela para quem optou pelo parcelamento ou o pagamento à vista sem desconto e multa. Os boletos vencem a partir do dia 9, com os veículos com automóveis de placa com final 1. Confira o calendário completo a seguir.

Segunda parcela ou cota única sem desconto:

Você viu?

  • Placa com final 1 - 09/02/2021;
  • Placa com final 2 - 10/02/2021;
  • Placa com final 3 - 11/02/2021;
  • Placa com final 4 - 12/02/2021;
  • Placa com final 5 - 18/02/2021;
  • Placa com final 6 - 19/02/2021;
  • Placa com final 7 - 22/02/2021;
  • Placa com final 8 - 23/02/2021;
  • Placa com final 9 - 24/02/2021; e
  • Placa com final 0 - 25/02/2021.

Válido para automóveis, caminhonetes, ônibus, micro-ônibus, motos e similares, o  calendário de pagamento do IPVA 2021 é determinado pelo último número da placa do veículo, do final 1 ao final 0.

Para pagar o IPVA, basta acessar o internet banking ou ir até uma agência bancária ou terminal de autoatendimento. Casas lotéricas e sites de empresas credenciadas à Secretaria da Fazenda também permitem a realização do pagamento. Empresas Vamos Parcelar, Pinpag, Taki e Parcele na Hora permitem pagar o IPVA com cartão de crédito, mas, para o parcelamento, são cobrados juros.

Qual a multa por atraso no IPVA?

Quem não pagar o IPVA até a data de vencimento fica sujeito a uma  multa de 0,33% por dia de atraso e juros de mora , com base na Selic, a taxa básica de juros, atualmente em 2% ao ano . Passados 60 dias de atraso, a multa é fixada em 20% sobre o valor do imposto.

Se o contribuinte ainda assim não pagar após fixada a multa de 20%, a cobrança passa a ser de 40% do valor do IPVA e o proprietário do veículo em atraso fica impedido de aproveitar créditos da Nota Fiscal Paulista. O veículo pode ser apreendido, multado, e o motorista leva sete pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários