Brasil Econômico

Dólar
Divulgação
Dólar volta a subir após fala de Bolsonaro e apreensão em cima das eleições para do Senado dos EUA

Em sessão volátil, o dólar encerrou a quarta-feira (06) em alta de 0,84%, cotado a R$ 5,30. De acordo com especialistas, o reajuste foi provado pela apreensão do mercado externo sobre as eleições para o senado nos Estados Unidos  e pela fala do presidente Jair Bolsonaro afirmando que o país está “quebrado” .

A moeda norte-americana chegou a atingir o patamar de R$ 5,35 durante o pregão e chegou à R$ 5,23 na mínima do dia.

Já o Ibovespa  encerrou o dia em queda de 0,23%, com 119.100 pontos. Durante o pregão, o índice chegou a atingir a maior pontuação da história da Bolsa de Valores, a 120.107 pontos. 

Para especialistas, a queda foi provocada pela repercussão da invasão de apoiadores de Donald Trump ao Congresso dos Estados Unidos. De acordo com a imprensa norte-americana, os invasores não aceitam a derrota do atual presidente dos EUA para o democrata Joe Biden. 

De acordo com economistas, os ataques ainda devem repercutir na economia brasileira no pregão desta quinta-feira (07). 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários