Brasil Econômico

Cartão de Crédito
shutterstock
Cartão de crédito e cheque especial possuem os juros mais altos do mercado

Um levantamento feito pelo Banco Central e divulgado nesta quarta-feira (23), aponta que os juros do cheque especial e do cartão de crédito cresceram em novembro, se comparado ao mês anterior. Segundo o BC, a taxa do cheque especial passou de 112,9% para 113,6% ao ano, enquanto o rotativo passou de 317,4% para 319,8% a.a. 

Na análise do Banco Central, mesmo com a crise econômica causada pela pandemia de Covid-19, os brasileiros têm conseguido pagar as contas em dia, o que reduziu o índice de inadimplência . Entretanto, a maior taxa de devedores estão pessoas que usaram o rotativo do cartão de crédito (quando se paga apenas parte da fatura) e o cheque especial. 

O Banco Central alertou que os dados atualizados consideram os clientes que possuem até dez dias para pagar a dívida bancária. Anteriormente, a pesquisa não considerava esse prazo dado pelas instituições financeiras.

Financiamentos e juros médios 

O estudo mostra ainda que a taxa de juros para financiamento de automóveis passou de 18,9% em outubro para 19% em novembro. 

Entretanto, a juros médios , que considera o crédito livre no mercado , caiu 0,2 pontos percentuais e agora está em 26,3%.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários