Brasil Econômico

TJMG
iG Minas Gerais
Empresa terá que indenizar funcionária em R$ 50 mil; decisão ainda cabe recurso

A Justiça de Minas Gerais condenou uma loja de bijuterias de Muriaé , na Zona da Mata Mineira, por situação vexatória. A decisão foi proferida no dia 13 de novembro e obriga a empresa a pagar R$ 50 mil à ex-funcionária. 

De acordo com a sentença, a mulher de 26 anos ganhava R$ 200 a mais por mês após cumprir a meta de perder peso . Antes do pagamento, ela era submetida a subir na balança para comprovar o objetivo.

Em depoimento, a jovem contou que para atingir o peso estipulado pelo chefe, chegava a vomitar e deixava de se alimentar . Para o juiz, os métodos foram humilhantes e rigorosos

Ao Estado de Minas, a empresa informou que irá recorrer da decisão .

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários